Assédio Não é Cantada
Quem Somos

Quem Somos

Meu nome é Flávia. Sou jornalista. Fui assediada. O impacto dessa violência foi imenso. E a todas as mulheres para quem eu contava, recebia outra história que elas haviam vivido ou alguém que elas conheciam. Nenhuma denunciou. Por medo. Por pressão. Por nada esperar da justiça. Então, decidi criar esse espaço, onde todas as vítimas podem relatar suas histórias (de forma anônima ou não). Escrever ajuda no processo de cura e de acolhimento.

Para compartilhar tua história com a gente, pode mandar o texto para o e-mail contato@assedionaoecantada.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *